Conheça Malva, a travesti prestes a completar 97 anos

De origem chilena com 17 anos de idade, cruzou a Cordilheira dos Andes a pé até chegar  a Argentina, enfrentando a perseguição das travestis e transexuais praticada por vários governos

Kimberly Luciana Dias
Do Mundo T, em São Paulo
Foto: Marieta Vazguez
Pesquisando sobre as políticas das mulheres T na Argentina na atualidade sem querer me esbarro com essa vovózinha T, essa lindeza o nome dela é Malva a travesti mais velha desse país, ou quem sabe do mundo, hoje ela é colunista no suplemento da Página/12  que pertence a equipe de O Weave, a primeira revista trans na América Latina. Sem saber usar computador, ela escreve tudo em um caderno e em seguida em uma maquina de datilografia.


Minhas mãos estão cansadas mais "Minhas idéias, meus pensamentos estão muito coordenados. Coordeno bem". diz Malva.
Malva sempre soube de sua identidade de gênero, era algo genético que não haveria como escapar, cruzou a Cordilheira do Andes a pé para encontrar a liberdade sexual, foi presa varias vezes pelos governos peronistas, pois não se encaixava no sistema moral, trabalhou como garçom, chefe de cozinha, nos melhores restaurantes de Buenos Aires, já mais assumida foi costureira e figurinista de grandes estrelas do teatro de revista em Corrientes, e pasmem a linda até viajou para cá no Rio de Janeiro onde trabalhou montando os figurinos de escolas de samba. 
Ela adora conversar, tanto que às vezes prefere ficar em silêncio por dias. Quando sai para comprar pão ou tomar o ônibus, as pessoas a chamam de avó, relata com muito orgulho. Hoje é tudo maravilhoso, a presidente Cristina Kirchner, me deu o que eu sempre queria na minha vida "A Liberdade", tive o prazer de entrar na Casa Rosada como uma travesti, e a nossa presidente faz a lei de forma igual, isso nunca havia acontecido deste inicio da história desse país. disse ela em lágrimas. 

Malva e sua biografia, escrita por ela mesma

Na América do Sul, incluindo o Brasil a média de vida de uma Travesti e Transexual é de 35 anos, esperamos que essa dura realidade mude e passamos a ver histórias como essas de superações! 


                                                                                   Foto: Ronaldo

 Adeus, Malva! Falece aos 99 anos a Travesti mais idosa do Mundo

Comentários
22 Comentários

22 comentários:

  1. Adorei a sua matéria, mas você precisa melhorar a escrita. O texto é super interessante e demonstra que você estudou pra caramba para fazê-lo, então seria interessante você pedir à alguém para ler e corrigir antes de publicar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço a sua opinião, porém compreenda não trabalho em equipe aqui no blog, sou eu e mais ninguém, a minha vida inteira foi assim, dando a cara a bater, não estudei letras, jornalismo e tão pouco comunicação e como a maioria de nós mulheres T também fui excluída da escola e da chance de fazer uma universidade, aliás tudo que aprendi foi a universidade da vida que me ensinou, o blog recebe mais de 4 mil visitas por dia, então meu caro não vou me calar, ou deixar de transmitir informação, por erros de redação, sou uma voluntária na causa TT, e não será esse detalhe que vai me fazer parar, nem a sociedade fez imagine as criticas, passar bem !!!

      Excluir
    2. Parabéns pela sua resposta!! enquanto pensam em corrigir ! por que não toma atitude de a cara!!!ASSINAR COMO ANÔNIMO PARA MIM É SINAL DE FRAQUESA!!

      Excluir
  2. querida, adorei o texto. não acho que a pessoa dai de cima está te criticando, ao contrário: só tem elogios! :-) as vezes devemos entender e aprender a separar criticas destrutivas de sugestões que só nos fazem crescer e melhorar, é tudo por bem! de qualquer maneira, vc arrasa, xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas como ela vai melhorar a escrita dela se ela já disse que não teve chance de estudar e mal tem tempo para o blog. melhor indicar alguém voluntário que escreva e redija bem para ajuda-la no blog. ela escreve, ele corrije. não é uma ótima idéia. somos seres humanos, já li livro com erro na escrita.

      Excluir
  3. A opinião é válida, será que ele não teria tempo para ler e corrigir para você antes de você publica-lo. Ser voluntário pelas causas LGBT. Ta Tudo muito bem escrito. Adoro este e outros blogs com conteúdos parecidos. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito agradecida pela compreensão e ser seguidora do nosso blog, da minha parte vou sempre procurar fazer o melhor, Sula Brune, beijos ...

      Excluir
  4. Hahah não teve chance de estudar por ser gay???/ Conta outra conheço inúmeros que tem até doutorado mais fácil falar que não quis, não culpe os outros por uma coisa que é problema só seu, não se vitimize onde quem fez as circunstãncias foram vc!!! E pela sua crítica ao primeiro recado, seu modo de falar e se vitimizar na resposta dá para ver que vc é problemática, que vc não aceita a ealidade. enquanto vc não aceitar que ninguém é culpadp por suas vitórias ou derrotas além de vc, não chegará a lugar nenhum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, primeiro o blog aqui não é gay e sim TRANS, se atualize se conhece varias doutoradas vá lá e mande elas cumprir esse papel! Agora vou parar de dar visibilidade e trazer informação do Mundo T porque o texto não foi do seu agrado? Não gostou, tão simples, fácil e pratico, sua FOFA crie um blog e FAÇA MELHOR!

      Excluir
  5. Como pedagoga e corretora ortográfica, não encontrei nenhum erro de escrita que fosse realmente relevante! A pessoa que comentou isso deveria ter se atentado mais à mensagem que a blogueira está querendo passar , e não à detalhes irrelevantes. E quanto ao último comentário, me desculpe, mas, querido, cada um é que sabe aonde seu calo dói! Não julgue as pessoas para que não corra o risco de ser julgado depois!!! Só uma dica!

    Kimberly!! Parabéns pelo blog! Está lindo!! Você é uma diva!!!
    Beijos Larissa Lopes
    www.larilopespedagoga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se é pedagoga e corretora ortográfica deveria ao menos saber a diferença de AONDE e ONDE, para então usar corretamente no texto.

      Excluir
    2. Olá Larissa, fico lisonjeada pelo elogio, adorei o seu blog !!

      Excluir
  6. OMG! Achei lindinha a tua reportagem, Kim. (pode chamar de Kim?). Tanto que eu queria até ler mais... Adoro velhinhos e velhinhas, e acho que me inspira muito quando eu leio qualquer feito fantástico alcançado por eles - me faz querer lutar ainda mais, esquecer de pensar que o tempo já passou prá fazer o que se quer. ^^

    A julgar pelas críticas acima... se quiseres, me manda um e-mail, eu posso rever os textos prá você sempre que quiseres. É muito importante sim escrever e ler de maneira correta, apesar de que o único problema que eu encontrei com teu texto foi a falta de mais informação - é tão interessante! *w*

    Seria muito bacana poder trocar informação e experiência com alguém como você! ;)

    ResponderExcluir
  7. Essa discussao toda se tornou tao idiota que esta tirando o foco do maior aprendizado: a historia de alguem como nos que sobreviveu sendo quem e

    ResponderExcluir
  8. Oi Kimberly!! Li o seu texto e não percebi nenhum erro de escrita. O que mais me chamou atenção foi a frase "Malva sempre soube de sua orientação sexual (...)". Eu substituiria "orientação sexual" por "identidade de gênero". De resto, adorei a notícia

    ResponderExcluir
  9. Adorei o Blog,

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Kimberly!!! Pessoas como vc fazem toda a diferença... continue assim.
    Seu blog é mto bom e suas reportagens tb.
    ;)

    ResponderExcluir
  11. ficou otimo não,precisa mudar nada...

    ResponderExcluir
  12. Kim, parabéns! Não se deixe intimidar por gente q reifica as normas ortográficas da Língua Portuguesa "padrão eruduto". Como Gabeira também creio que precisamos de "mais bio e menos grafia". Belíssima pesquisa em História Oral.

    ResponderExcluir
  13. Gente para de close por favor!! O que importa se o texto foi escrito errado ou não. O que importa é que pelo menos aqui no Blog, ficamos sabendo de uma travesti que faleceu com uma idade tão avançada. Que existe sim, meios de resistência, de se viver ... O que importa agora como as palavras foram escritas? Garanto que nenhum outro lugar deve ter falado da Malva! Não devem ter escrito uma linha a respeito dela!! Então assim, respeito todas as opiniões aqui expressas, mas por favor né, menos questionamento e mais atitude pessoal. A Kimberly presta um serviço aqui no Blog! Ela fala de pessoas que que não tem direito a nada! Como ela mesma falou, foi a vida que a ensinou o que ela sabe!! Enquanto alguns ficam aqui debatendo os erros ortográficos, ou seja lá o que for, muitas travestis e mulheres trans estão morrendo por ai Brasil afora!! Muitas mulheres trans e travestis não podem estudar, não conseguem trabalho, sofrem violências por ai !! Vocês acham que alguém da voz a elas? Acham que alguém no mínimo escreve o que elas passam? Então gente por favor né, vamos respeitar o serviço aqui prestado. Kimberly, arrasou no texto. Muito interessante. Eu que sou pesquisador não conhecia a história da Malva. Parabéns. Continue sim postando seus textos. E para quem não gostar MEU CÚ em bom Português !!

    ResponderExcluir
  14. Que aqui no Brasil. leis que amparem a população trans* e todo o segmento LGBTI+ em geral, sejam logo aprovadas.Não aguentamos mais essa dura realidade em que vivemos. Um país onde travestis e transexuais se arriscam pelas ruas para ganhar seu sustento e são mortas por pessoas impulsionadas pela transfobia, ceifando vidas de incontáveis garotas que apenas lutam pelo direito de existir, pelo direito à vida! Infelizmente, a prostituição ainda continua sendo a única opção para a grande maioria, mas acredito que isso está perto de mudar. Basta que todxs unamos forças, nos engajemos politicamente de forma ativa, ocupemos os espaços de poder, para que possamos fazer valer a nossa voz. É com muito orgulho que em minha cidade, fui escolhida por votações internas, como pré-candidata à prefeitura, pelo PSOL. Algo inédito na história do país. Pela primeira vez, uma mulher, trans*, negra e periférica,com muito orgulho, tem a possibilidade de vir a disputar um cargo majoritário na próxima eleição. Convido a todxs a fazerem parte dessa mudança! Vamos botar a cara no sol, vamos mostrar que também somos capazes de transformar de forma positiva a sociedade que tanto nos oprime. Vamos juntxs lutar pela utopia de um mundo melhor e justo para todxs.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...